Fonte CEPEA

Carregando cotações...

Ver cotações

Agrimercado

AgriMercado - Resumo da Semana

AgriMercado - Resumo da Semana


Carne de frango
A carne de frango registrou uma leve desvalorização em maio em comparação com o mês anterior, enquanto os preços das carnes concorrentes subiram no atacado da Grande São Paulo. Segundo pesquisas do Cepea, essa diferença de preços aumentou a competitividade da proteína avícola em relação às outras carnes.

Pesquisadores do Cepea explicam que a queda nos valores da carne de frango se deve à baixa demanda observada na maior parte da primeira quinzena de maio, exceto durante a semana do Dia das Mães. Para evitar o aumento dos estoques, os agentes atacadistas reduziram os preços.

***

Suínos
O poder de compra dos suinocultores paulistas em relação ao farelo de soja tem diminuído em maio, conforme apontam levantamentos do Cepea. A valorização da oleaginosa tem superado a do suíno vivo, impulsionada pela demanda aquecida em ambos os mercados. Para os suínos, a maior procura pela proteína levou frigoríficos a buscar lotes extras de animais para abate.

No caso do farelo de soja, a Equipe Grãos/Cepea explica que as chuvas no Rio Grande do Sul prejudicaram a produção de soja, limitando a oferta nacional. Esse cenário tem levado compradores a adquirir novos volumes para assegurar seus estoques.

***

Distribuição de ovos
As chuvas intensas e as inundações que ocorreram recentemente no Rio Grande do Sul estão afetando o transporte de ovos em algumas áreas monitoradas pelo Cepea no estado.

Além disso, a obtenção de insumos essenciais para a produção, como rações, caixas e embalagens, enfrenta dificuldades.

Fontes do Cepea indicam que desvios de rota são necessários devido aos alagamentos, prolongando os prazos de entrega dos produtos e dos insumos.

Estradas e pontes danificadas aumentaram a distância até Porto Alegre, dobrando a quilometragem usual, e as entregas foram restritas a algumas áreas da Grande Porto Alegre.

***

Grãos
A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou o 8º Levantamento da Safra de Grãos 2023/2024, destacando que as fortes chuvas no Rio Grande do Sul podem impactar significativamente a produção.

Para a soja, a produção foi ajustada para 147,68 milhões de toneladas, uma redução de 4,5% em relação à safra anterior. A área total cultivada aumentou para 45,7 milhões de hectares, mas a produtividade foi afetada pelas condições climáticas adversas. As chuvas no Rio Grande do Sul foram um fator determinante para essa redução.

A produção de milho está estimada em 111,64 milhões de toneladas, uma redução de 15,4% em comparação à temporada passada. A primeira safra do cereal teve produtividades inferiores devido a condições climáticas desfavoráveis, e a segunda safra apresenta variações regionais, com boas condições em Mato Grosso, mas estresse hídrico em outras áreas.

***

Leia estas notícias e muito mais no nosso site: www.agrimidia.com.br